Meu perfil
BRASIL, Nordeste, SAO LUIS, TURU, Homem
MSN -




Arquivos

Votação
 Dê uma nota para meu blog

Outros links
 Aqui está seu IPTU
 Averso fotos
 República e Laicidade
 Almanaque Republicano
 Respublica
 POSSIBILIDADES DA POLÍTICA - Marco Aurélio Nogueira
 Isnande Barros - IMPERATRIZ
 Sem Pênis nem inveja
 GERACIÓN Y - Yoani Sánchez
 Francisco Araujo
 Ponto afinal
 Aparelhos e viventes
 Francisco Araujo - entre nós
 Quinta Coluna
 Origem das espécies
 Blog ED WILSON
 Aprendendo Português
 a causa veio parar aqui
 Hortaliça




Blog *FRANCISCO ARAUJO*
 


                        clique aqui para acessar



Escrito por § Francsico Araujo § às 14h57
[] [envie esta mensagem
] []





DARWINISMO POLÍTICO LULISTA

Em Estreito (MA) - Lula protagonizou uma cena inesperada para quem vai sair da Presidência com um índice de aprovação altíssimo, "nunca visto antes na história". Então, que fez o Presidente ficar tão irritado no Maranhão? Por que estava tão inquieto e sem humor?

Quem pensa que a irritação de Lula foi só com a pergunta sobre a “oligarquia Sarney” está enganado. O Presidente também não foi nada tolerante quando teve que responder sobre as mensagens do wikileasks, que revelam farpas entre dois ministros seus.

No ápice de sua irritação, Lula enganchou o evolucionismo e a política em só sopro de repente. O que devem ter pensado, no além, Platão, Aristóteles, Maquiavel e Darwin? Difícil saber, mas deve ter ocorrido um ai, ai, oiô, oiô ou algo assim. Aqui, é óbvio, virou uma tese na cabeça da Marilena Chaui.

Lula estabeleceu, no Maranhão, essa nova teoria evolucionária, partindo do pressuposto que tudo que é contra Sarney é um estado atrasado, ou estágio inferior da evolução política. Não bastando ele crer, quer que todos acreditem na sua crença. Lula detesta ser contrariado.

O homo sarneyus, segundo Lula, seria o estágio mais avançado da evolução política, o ápice do zoon politicus.

Nessa concepção evolutiva vale tudo para permanecer no poder, sobrevivem os mais espertos, os mais sem coerência e os que mais fogem de princípios.

Lula tem vários méritos, mas a irritação não vai tirar da sua biografia que foi o Presidente mais fiel ao maior oligarca depois de 1930 e a herança mais destacada do período ditatorial. Eis o genuíno darwinismo político lulista!

Nem todos têm essa evolução ou querem merecer tal coisa! Muitos são os que preferem a situação primitiva da coerência e da não-relativização de todos os seus princípios!
Eis a questão, Presidente!


Escrito por § Francsico Araujo § às 17h55
[] [envie esta mensagem
] []





CHUVAS E VÍTIMAS SOB AS SOBRAS DO VERDE AMARELO

As chuvas em Alagoas e Pernambuco afetaram mais de 200.000 pessoas e mais de 41 óbitos. Os desabrigados em Alagoas já ultrapassam os 26 mil. Em Pernambuco essa situação está na casa de 17 mil. As pessoas  nessa situação são aquelas que perderam tudo e precisam de abrigos público, ajuda alimentícia etc.

O mais alarmante disso tudo é a flagrante questão de Estado revelada em cada episódio desses. Seja no Rio, seja no Maranhão, seja no Paraná o resultado é igual. O Estado brasileiro não tem ações rápidas de resposta às tragédias. Em termos de estrutura, organização e recursos para esse fim o Brasil é totalmente deficiente. Não há estrutura e recursos para responder prontamente e eficazmente às calamidades públicas.

Tudo de desenvolve como se fosse o primeiro caso. É uma sucessão de improvisos, causando demora na efetivação dos socorros e na contenção da tragédia. Os recursos precisam ser arranjados e demoram a chegar. Falta tudo, quando o assunto é socorro em massa!

Com a permanência dessa deficiência de Estado, as tragédias tendem para uma escala mais ampliada. A tragédia não é fruto só da fúria da natureza, mas da falta de previsibilidade e organização política em prol dos cidadãos. Ajuda mesmo é sempre a do sofrido contribuinte através de doações (que nem sempre chegam ao destino) e ações de caridade!

Em caso de calamidade pública, espere pela seleção canarinho! Vista a camisa e grite gol para se salvar!

Para ver o Plano Nacional de Defesa Civil clique aqui: http://www.defesacivil.gov.br/publicacoes/publicacoes/pndc.asp

 



Escrito por § Francsico Araujo § às 00h08
[] [envie esta mensagem
] []





“Retornei à estrada calorenta e zarpei num carro”
Ainda tem gente bêbada de fantasia nessa disputa eleitoral. Porém, a realidade tem mostrado que não se pode subestimar o Serra, o PSDB e seus aliados. Os pró-Dilma ainda não podem fazer festa e os números indicam situação difícil. Os índices de intenção de voto atribuídos a Serra é motivo de preocupação para os demais candidatos. Pois há chances reais dele crescer no Nordeste durante o horário eleitoral. Além disso, tem conseguidos apoios importantes na Bahia, em Pernambuco, Ceará e, por último, no Maranhão, com a adesão de Jackson.

A constante perseguição à candidatura de Flávio Dino favorece ainda mais José Serra. O candidato tucano pode receber o voto de protesto da massa que rejeita a candidata do PMDB.
O que favorece Dilma é ter mais de um palanque e, especialmente, um palanque que represente mudança para a vida política maranhense. Essa opção obstinada de servir aos caprichos de um senhor pode, no segundo turno, significar prejuízo para Dilma. A candidatura de Flávio é totalmente necessária para Dilma.

O PT-MA já está pagando o preço dessa opção da direção nacional. Para o PT do Maranhão essa atitude já soma um alto custo. Ouve-se, em cada cidade visitada, simpatizantes do PT lamentarem o apoio à família Sarney. Seria bastante prudente a direção nacional fazer uma pesquisa sobre isso.
Essa vai ser a campanha mais difícil para os petistas maranhenses. A deterioração da imagem do PT diante dos simpatizantes já pode ser contabilizada como uma vitória do mandonismo reinante no Maranhão.

No Maranhão, as eleições assumiram uma forma de mercado desregulado e de especulações (obra dos atuais mandões), a “taxa de traição” e as convicções ideologicamente monetárias assumiram a condição de fatores decisivos. Mas isso não é intransponível e 100% exato. Não é algo inabalável. Se tivesse uma fórmula perfeita permanecer no controle do poder político, a História não registraria nenhuma alternância no controle do poder político. Tornar-se-ia inútil concorrer como candidato da oposição ou concorrer contra os que estão controlando a máquina de governo.

“Quem não tem colírio, usa óculos escuros.” Quem não tem helicóptero põe o pé na estrada e vai onde o voto está!
“Quem não tem papel dá o recado pelo muro.”
Quem não tem muito tempo de TV, apresenta-se ao vivo ou em VT em qualquer lugar!


Escrito por § Francsico Araujo § às 09h07
[] [envie esta mensagem
] []





AGORA A CULPA É DA CARROÇA

 

SENHORES VEREADORES REGULEM A CIRCULAÇÃO DE VEÍCULOS PESADOS, CAMINHÕES ETC.

REGULEM OS HORÁRIOS DE CARGA E DESCARGA DE MERCADORIAS E MATERIAIS DE COSNTRUÇÃO.

SÓ UNS FICAM SOB OS RIGORES DAS LEIS? SÓ OS MAIS POBRES?

Os problemas de trafegabilidade, acesso e passagem não se resumem à existência das carroças. As restrições impostas aos carroceiros não são estendidas a outros segmentos, mas penaliza excessivamente um segmento social e privilegia outros.

É uma aberração a omissão dos poderes públicos diante das máquinas e equipamentos das construtoras, que a qualquer hora do dia trafegam em qualquer parte da cidade e cuja potencialidade de danos são superiores de uma carroça.

Em São Luís não nenhuma regulamentação e disciplinamento para os veículos de carga. A permissividade é total. Uma carreta de 25 metros carrega e descarrega a qualquer hora do dia e em qualquer via. Igual privilégio para as caçambas.

O número de carroceiros é superior a 04 mil. Isso é fonte de renda e sobrevivência autônoma. Esse serviço atende a uma demanda social efetiva em todos os bairros. Quem vai ocupar essa vaga? O disk entulho?

O disciplinamento não pode desarticular fonte de renda e produzir desocupação de pais de família. Uma regulamentação não pode transformar pessoas ativas em totais dependentes da assistência estatal ou filantrópica.

Não seria mais sensato dotar cada um desses cidadãos de mais possibilidades de obter renda com trabalho?  

SENHORES VEREADORES:

- CADÊ AS CALÇADAS?

- CADÊ AS RUAS COM ASFALTO DIGNO E DRENAGEM?

- CADÊ OS VIADUTOS (DE VERDADE)?

- CADÊ AS NOVAS AVENIDAS E/OU A ALARGAMENTO DAS EXISTENTES?

- CADÊ AS PASSARELAS PARA OS PEDESTRES?

 

POR QUE NÃO SE COBRA ISSO DO PREFEITO? POR QUE NÃO SURGE PROJETO COMO O DE RECUPERAR OS RIOS DA CIDADE? EM FORTALEZA OS VEREADORES FIZERAM UM PROJETO PARA SALVAR OS RIOS DA CIDADE.

POR QUE NÃO SE QUER TER NEM O TRABALHO DE COPIAR O QUE PRESTA?

 



Escrito por § Francsico Araujo § às 18h50
[] [envie esta mensagem
] []





"PT vai intervir no Maranhão para forçar apoio a Roseana
Preocupada com o novo foco de incêndio político na pré-campanha de Dilma Rousseff à Presidência, a cúpula do PT fará intervenção branca no Maranhão para obrigar o partido a apoiar a candidatura à reeleição da governadora Roseana Sarney (PMDB). Motivo: o presidente Luiz Inácio Lula da Silva quer palanque único para Dilma no Maranhão e alega que precisa do apoio do presidente do Senado, José Sarney (PMDB-AP), pai de Roseana."

Comento:
Lula quer, é? Apoio? Certo. Será que Dilma vai ter apoio ou vai ser um governo refém do PMDB (no Maranhão essa sigla se escreve com Y – i-pi-si-lo-ne)? O PT, nessas eleições, pode sofrer a maior retração parlamentar dos últimos tempos. A popularidade de Lula e a situação de governo está minando um dos maiores agentes do processo de redemocratização do Brasil: o petismo. A banda mais militante e reacionária da política partidária brasileira vai concretizar sua vingança: destruir o petismo.
O consórcio p-m-d-bista S/A está preparando a contra-democratização desde a era FHC. A agenda política se voltará à extrema-direita, no que compreende o liberalismo econômico irresponsável, fortalecimento dos localismos oligárquicos, cerceamento das liberdades, falta de transparência e controle externo das instituições públicas. Não se espante se isso for seguido de maior acréscimo de censura à imprensa e ao Ministério Público. O PMDB guarda o pior resíduo do autoritarismo.

"O primeiro passo do roteiro combinado com o Planalto será suspender o Encontro Estadual do PT, marcado para sábado e domingo, sob o argumento de que haverá confronto entre as alas petistas. O último encontro, no dia 27 de março, havia aprovado a aliança com o deputado Flávio Dino (PCdoB-MA) para a sucessão de Roseana."

Comento:
Após a negação da importância da participação e do trabalho dos cidadãos comuns para que Lula conseguisse uma posição política, ou será que Lula é uma invenção de si memso?, agora todos serão jogados no limbo do status de gangue? Ora, confronto não quer dizer ataque físico, porrada e luta corporal ou armada. Desde quando os não adeptos do PENSAMENTO ÚNICO são ameaças aos moldes da marginália? De quem é e a quem interessa essa idéia de criminalizar os não conformados? O confronto sempre foi no campo das atitudes políticas, das posturas éticas e das idéias. O problema é que falta argumento, exemplos eticamente louváveis para confrontar com os que não concordam, que não se resumem ao grupo de Dutra. A saída é silenciar? Tem herança mais típica do autoritarismo? O que de concreto fundamenta suspender o encontro marcado para os dias 21 e 22 próximos?

"Agora, a estratégia autorizada pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva consiste em empurrar a decisão sobre a chapa ao governo do Maranhão para o Diretório Nacional do PT, que vai se reunir em 12 de junho, véspera da convenção que homologará a candidatura de Dilma. Sob pressão do Planalto, o diretório deverá dar sinal verde à coligação com Roseana, desmontando a parceria com Dino."

Comento:
Como será definida as candidaturas parlamentares? Quem e a partir de quais critérios dirá quem são os nomes a concorrer? Como fica a eleição proporcional? Que medida estatutariamente comporta tal "barrica"? Que instância é essa de deliberação com abaixo-assinado?

"Porém, a manobra não ocorrerá sem traumas. "Pode ter morte no Maranhão", ameaçou o deputado Domingos Dutra (PT), que ocupou ontem a tribuna da Câmara para protestar contra a suspensão do encontro. "Se houver alguma tragédia lá, a responsabilidade será de Sarney, Roseana e da turma do PT que quer vender o partido." O PT do Maranhão é dividido em duas correntes e uma delas ocupa cargos no governo Roseana. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo."

Comento:
Qual a sociedade que não tem óbito? Certamente alguém morrerá no Maranhão nos próximos dias, mas não por força de ações de violência defragadas por quem não quer se ajoelhar ao imperium . Não conheço ninguém com a intenção de matar alguém por conta desse apoio. A não ser que alguém queira "SE DEIXAR MORRER."

Duas correntes? Esse é o perigo maior para quem anda amarrado.
Tem que existir a defesa da continuidade da democratização da política brasileira. É plausível a tese que o PT ainda tem a contribuir nesse processo. Para tanto, faz-se necessário o protagonismo de quem vive para a Política e não, mesquinhamente, vive das sobras da "política".
É preciso que os discordantes, os avessos à sincronização autoritária, ao pensamento único, não cedam às chantagens, mas tenham atitudes de sublevação inteligente contra a SERVIDÃO VOLUNTÁRIA.
Stálin, comparado ao Trotsky, ficava em desvantagem em múltiplos aspectos, mas tinha algo fulminante ao seu favor e que compensava seu baixíssimo nível intelectual: determinação extrema. Pode-se aperfeiçoar a fórmula e mesclar determinação e inteligência.
Há ainda o que fazer, não somente em prol da candidatura de Flávio, mas também em prol do PT e do petismo.
Resistir é um direito. Consequentemente, guardar legalidade. Não só isso, também pode ter legitimidade. Até Hobbes reconheceu isso.
Se o poder-soberano não cumpre a tarefa pela qual ele foi constituído e pela qual é justificada sua existência, não há mais motivos para seguir o pacto. Resistir é legítimo se visa assegurar aquilo que lhe é precioso e que deveria ser a finalidade do pacto, materializada na soberania do Leviatã.

O PT nunca significou (para mim) correntes, mas asas!



Escrito por § Francsico Araujo § às 01h26
[] [envie esta mensagem
] []



 
  [ página principal ] [ ver mensagens anteriores ]